Post

O crescimento do turismo náutico de aventura

27 de Setembro de 2019

Os oceanos há muito tempo habitam a imaginação dos seres humanos. Acreditava-se que eram habitados por terríveis e assustadores monstros, sereias de perigosa sedução e que escondiam riquezas perdidas pelos Deuses e morada de cidades secretas abundantes em ouro como Atlântida e sempre inspiraram cenários para as mais diversas lendas e mitos que aos mesmo tempo assustavam e provocavam a curiosidade dos navegadores no velho mundo.

Ao lançar-se ao mar, as civilizações descobriram com muito custo, os horizontes do nosso mundo, abrindo novos capítulos na história da humanidade. Novos continentes foram descobertos, formaram-se novos países e o mundo expandiu suas fronteiras.

Não é por acaso que o mar atrai entusiastas a procura de realizar as mais incríveis façanhas. Nele está o limiar mais próximo da relação entre o homem e a natureza, e isso desperta o fascínio de homens e mulheres que estão em busca de novas experiências que tenham um real significado. 

E por isso, hoje, muitos turistas estão a procura de uma nova modalidade de viagem que inclui a experiência em alto mar: o turismo náutico de aventura

Esqueça os restaurantes mais badalados da cidade, os destinos mais luxuosos e requintados ou a magnitude dos cruzeiros e seus pacotes all inclusive. Também apague as lembranças das praias lotadas durante o feriado, o trânsito infernal e as filas caóticas nas cidades litorâneas durante as festas de fim de ano.

O objetivo desse turista náutico é o oposto de tudo isso, é buscar os lugares mais exclusivos em meio a natureza intocada descobrindo destinos únicos e compartilhando apenas com as pessoas certas. 

Viajar hoje em dia é uma tarefa fácil!

Mas isso tem feito surgir uma massificação de turistas nos destinos mais procurados. Enquanto o trabalho se torna cada vez mais estressante a busca por momentos de relaxamento que nos ajudam a desligar a nossa mente de tudo o que nos incomoda, tem feito crescer a quantidade de pessoas querendo aproveitar ao máximo o pouco tempo que sobra entre tantas responsabilidades. 

Por isso, nada é mais frustrante do que planejar toda a sua viagem e descobrir que o local onde você decidiu visitar já está lotado ou tentar relaxar e sem impedido pelos alto falantes que gritam para disputar a sua atenção. 

É para conseguir uma alternativa a toda essa frustração que surge uma nova forma de fazer turismo. Através do aluguel de barcos mais pessoas podem experimentar ter um recanto de paz e tranquilidade sem precisar gastar muito. 

Ter acesso a pequenos pedaços do paraíso, perdidos em meio a exuberante beleza natural do nosso país. E além disso, poder escolher onde ir sem ter que se preocupar com as condições do trânsito ou como serão as filas para comer, por exemplo. 

O turismo náutico de aventura é a opção das pessoas que querem vivenciar a natureza no estado mais natural possível. 

A vantagem é ter justamente uma experiência com poucos luxos que seja para aproveitar a simplicidade dos lugares mais preservados da natureza e com a experiência de estar livre em meio ao oceano. 

Para quem adora esse tipo de experiência e quer começar a alugar barcos no litoral brasileiro para desbravar os recantos brasileiros, deixamos um checklist essencial para os marinheiros de primeira viagem:

  1. Se você pretende ser o capitão que vai guiar o barco, você vai precisar, antes de tudo, tirar uma habilitação náutica. O Arrais Amador é obrigatório e permite que você pilote embarcações de esporte e recreio nos limites da navegação interior. Agora se quiser conduzir embarcações entre portos nacionais e estrangeiros, nos limites da navegação costeira ai vai precisar de uma habilitação de Mestre Amador. Mas se o seu desejo é navegar pra valer, encarar uma travessia transoceânica, aí terá que partir para a habilitação de Capitão Amador, que permite conduzir sem limite de afastamento da costa;

  2. Antes do embarque repasse o planejamento com o capitão e avise alguém em terra sobre os planos e os horários previstos de retorno. Deixe claro como a pessoa pode ajudar em caso de algum imprevisto;

  3. Cheque os equipamentos de segurança a bordo. Bóias, botes e kits de primeiros socorros;

  4. Sempre cheque com atenção e antecedência as condições climáticas e a tábua de marés. Anote para consultar quando for preciso;

  5. Faça o planejamento da rota com o capitão;

  6. Programe os horários de chegada e saída do destino;

  7. Leve roupas leves mas lembre-se que pode ventar muito durante a travessia. Não esqueça de levar casacos e roupas para se proteger do vento e da chuva, no caso de uma mudança de tempo

  8. Leve comida e bebidas para preparar refeições a bordo e aproveitar o dia todo sem preocupações

  9. Não esqueça a máquina fotográfica

Pronto! Agora você já começar a aproveitar o máximo que essa nova experiência tem a oferecer. 

 

Equipe Bnboats